Let's Paris no Instagram

2019 - Lets Paris - Dicas de Paris - Todos os direitos reservados

Let's Paris

Minhas dicas para visitar o Museu d'Orsay

03.02.2016

 

Eu sei: o que não falta na internet são sites e blogs dando todas as informações do mundo sobre o museu d'Orsay. Mas, por incrível que pareça, não achei nenhum que reúna todas as dicas que vou dar aqui. 

 

 

O museu d'Orsay exibe obras de arte de um período muito específico: de 1848 à 1914, época que viu nascer o impressionismo e o realismo.

 

De forma bem resumida, pra não ter mistério: tudo antes disso está no Louvre e depois disso no Pompidou.

 

 

O que costuma encantar a todos os que visitam o museu é que ele tem várias obras famosíssimas reunidas num espaço relativamente pequeno.

 

Em algumas horas você consegue percorrer o museu inteiro, coisa impossível a se fazer no Louvre. Para você ter uma idéia, o Louvre tem 38 mil obras expostas em sua coleção permanente enquanto o Orsay tem "apenas" 4 mil.

 

No Orsay você vai encontrar Van Gogh, Monet, Manet, Rodin, Renoir, Degas, Cézanne, entre vários outros gigantes da época.

 

 

 

 

Não deixe de tirar foto com esse relógio lindo. A foto sai sempre maravilhosa!

 

 

 

Quer aprofundar? Faça uma visita guiada (não com audioguia, com uma guia de verdade, ser-humano!). Já visitei sozinha, com audio e com guia e posso dizer sem sombra de dúvidas que a visita com a guia foi, disparada, a mais preciosa. Elas contam detalhes, anedotas, fatos interessantes, respondem perguntas... tudo fica ainda mais fascinante: se puder, vale a pena!

 

Ponto negativo? A fila para comprar ingresso! Muitas vezes o visitante passa mais de uma hora na fila para conseguir sua entrada. A solução que eu recomendo é comprar seu ingresso online antes da visita. Essa opção sai quase 3€ mais cara, mas se você tiver condições, é um investimento que vale a pena. Aqui o link do site do museu para quem quiser comprar adiantado: Bilheteria do Museu d'Orsay

 

Dica pro Tupiniquim Mirim:

 

Levei minha filha mais velha (3 anos) pela primeira vez mês passado e ela amou! Por ter obras de tipos muito variados (esculturas, pinturas, móveis...) acho que não fica tão monótono. Além disso, o tamanho do museu ajuda a não deixar a visita tão cansativa! O importante é tentar guiar a visita do seu filho, explicando e mostrando o que puder, convidando ele a ver detalhes interessantes. Dá muito mais certo do que simplesmente fazê-lo se arrastar atrás de você tentando decifrar tudo sozinho.

 

Ela me fez um milhão de perguntas sobre cada obra, querendo aprender e entender tudo! Quando estávamos diante da famosa escultura de Rodin (abaixo), me perguntou o que é o inferno -> essa ficou pro papai responder! :)

 

 

Informações Práticas: O museu d'Orsay fecha às segundas-feiras e abre todos os outros dias da semana de 9h30 às 18h. Às quintas-feiras, fecha mais tarde, às 21h45 (chamada 'nocturne' em francês). O ingresso custa 11€ se comprado na porta do museu. 

 

Obs: O museu tem uma chapelaria gratuita, muito prática no inverno para não precisar ficar andando com casacos e mochilas pelo museu. Entrando, à direita:

 

 

Please reload

SOBRE O BLOG E A AUTORA

LEIA TAMBÉM:

Please reload