Let's Paris no Instagram

2019 - Lets Paris - Dicas de Paris - Todos os direitos reservados

Let's Paris

Como obter a cidadania francesa

03.08.2016

 

No ano passado me tornei francesa (mais oui!). As fotos nesse post foram tiradas no dia da cerimônia de recepção da cidadania. Note que não é necessário abrir mão da cidadania brasileira (no momento da naturalização, você escolhe se quer mantê-la). Note ainda que eu me vesti de 'bleu, blanc, rouge' 😂

 

A naturalização francesa é um sonho para muitos estrangeiros que moram por aqui. E isso por muitas razões:

 

 a praticidade de não ter que renovar o visto todo ano,

 o sentimento de 'pertencimento' ao país onde moramos,

 a possibilidade de morar e trabalhar em qualquer outro país da União Européia,

 a maior facilidade de encontrar ou trocar de emprego,

 e por aí vai...

 

Nesse post explico as condições e detalhes de como 'virar francês' - processo que, em Paris, leva em torno de 18 meses à partir da data do pedido (sim, é muito longo!).

 

Você pode ser tornar francês por casamento com um francês, ou através da 'naturalização por decreto', sobre a qual vou falar nesse post.

 

Condições para conseguir a naturalização francesa:

 

Ter mais de 18 anos (ou estar associado ao pedido de seu pai/mãe)

 

Ter morado na França por 5 anos ou mais - e continuar morando na França durante todo o processo. Atenção: Esse período de 5 anos é reduzido para 2 anos caso você tenha estudado e conseguido um diploma de ensino superior na França. Por exemplo, se você se mudou para Paris para fazer um mestrado - e o concluiu com êxito em dois anos - você pode então entrar com o pedido de naturalização, sem precisar esperar mais 3 anos.

 

OBS ⇒ Há ainda alguns outros critérios para que esse período caia para 2 anos, como: ter servido no exército francês, ser refugiado na França, ser de grande serviço ao país, ter um currículo excepcional no meio científico, econômico, cultural ou esportivo (mas tem que ser realmente incrível - papo de prêmio nobel! rsrsrs)

 

 Ter um visto válido no momento do pedido. Isso significa que você não pode morar ilegalmente na França durante anos e depois pedir a cidadania.

 

⇒ Inserção Profissional: você precisa ter um trabalho estável na França, e mostrar que tem recursos suficientes por aqui. Essa parte é importante. Eles dizem que não, mas tenho muitos amigos que tiveram seus pedidos negados por não terem um contrato de trabalho estável por aqui (chamado de CDI - contrat à durée indeterminée). Geralmente, se seu contrato de trabalho tem data marcada para terminar, eles não gostam muito não...

 

⇒ Assimilação com a comunidade francesa: conhecimento da língua et adesão aos valores da república. Ao longo do processo, se seu dossier for aceito, eles te chamam para um entrevista individual. Nela você vai ter que mostrar que fala francês e conhece a cultura francesa. Também assina um papel atestando que adere aos valores da república.

 

OBS ⇒ No dia da minha entrevista, ela me perguntou qual era o lema da França (liberté, égalité, fraternité), pediu para eu listar três presidentes franceses do passado (eu disse Sarcozy, Charlles de Gaulle et Giscard d'Estaing) e me perguntou o ano do início da revolução francesa (1789). São coisas que todo francês sabe, e quem realmente se inseriu na cultura também vai saber. Mas essas perguntas não são sempre as mesmas. Tenho amigos que nem tiveram que responder nada! (deve ser minha cara de árabe... ;)

 

⇒ Não ter a 'ficha suja' - se você tiver cometido delitos no passado ou passagens pela polícia, isso pode complicar seu pedido de naturalização.

 

Ufa! Essa foi a lista das condições necessárias para se pedir a cidadania francesa!

Agora vamos aos detalhes de como fazer o pedido:

 

ONDE? Em Paris, na préfecture de police, que tem uma plataforma específica para receber os pedidos. Tudo se faz por correspondência. Você encontra mais detalhes nesse link. Fora de Paris, pergunte na mairie (prefeitura) da sua cidade.

 

QUANTO? 55€ pagos por 'timbre fiscal' (que você pode comprar em qualquer tabacaria ou dentro da própria préfecture de police de Paris). Alguns timbres podem ser comprados online, mas não esse...

 

COMO? Você vai precisar preencher alguns formulários e preparar um dossier GIGANTE com um mooonte de documentos. Precisa, por exemplo, da certidão de casamento dos seus pais, da cópia de todos os seus diplomas e documentos (traduzidos para o francês por tradutor juramentado), de todos os seus contratos de trabalho e comprovantes de residência... enfim - muita coisa! Nesse site você pode ver uma lista personalizada dos documentos necessários em função da sua situação.

 

QUANTO TEMPO? O processo todo demora em torno de um ano e meio em Paris. Em outras cidades, pode ser bem mais rápido. Tenho um amigo que morava em Massy quando fez seu pedido (município nos arredores de Paris) e teve sua cidadania em 8 meses.

 

TROCA DE NOME: Ao pedir a naturalização, você pode pedir a 'francização' do seu nome ou sobrenome. Assim, Maria pode decidir virar Marie - e Pedro virar Pierre. (Agora, se Pedro quiser virar Marie o processo é diferente...)

 

CERIMÔNIA: Se tudo der certo, você receberá uma carta dizendo que já é francês. E em seguida les te chamam para uma cerimônia de naturalização francesa. Nela você assistirá um filminho sobre a república, cantará o hino nacional francês e receberá sua 'certidão de nascimento francesa', bem como mais detalhes sobre o restante dos documentos à tirar. 

 

OBS ⇒ Antes desta cerimônia, seu nome vai sair no jornal oficial. O que eu fiz foi comprar jornal oficial quando meu nome apareceu, e com ele em mãos (e também com a carta que dizia que eu já era francesa) dei entrada na minha carteira de identidade (isso se faz na mairie do arrondissement onde você mora). Depois, com a identidade em mãos, fiz o pedido de passaporte francês. Assim, já tinha todos os meus documentos 4 meses antes da cerimônia... ;)

 

PARA MAIS: Clicando aqui você encontra mais detalhes (em francês).

 

Espero que tenham gostado e que esse post seja útil na vida de muitos!

 

Bonne chance!!!

 

 

 

 

 

Please reload

SOBRE O BLOG E A AUTORA

LEIA TAMBÉM:

Please reload